CURSO AVANÇADO DE NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA

Nos dias 24,25,26,27 e 28 de junho de 2024, acontecerá na Faculdade PAN o curso avançado de Negociação Trabalhista, que será ministrado pelo Professor Doutor Fernando Hoffmann.

Dr Fernando Hoffmann é Juiz do Trabalho do TRT desde 1997, tendo vasta experiência em atividades de mediação e negociação, trazendo para sala de aula a oportunidade de troca de conhecimentos práticos.

Serão cinco encontros presenciais nos dias 24,25,26,27 e 28 de junho de 2024

Horário: das 18h45 às 22h15 nas instalações da Faculdade Pan, situada na Rua Marechal Floriano, 886 – Centro – Curitiba-PR.

Os participantes receberão seus certificados de 20 horas pela Faculdade Pan. 

Investimento:

Comunidade: R$250,00
Associados da Associação dos Advogados Trabalhistas: R$150,00
Alunos: Esmafe, Emap e Ematra: R$150,00
Assessores de Juízes do Trabalho: Gratuito
Alunos da Faculdade Pan: Gratuito

Clique aqui para fazer sua inscrição:

Ao final do curso o participante será capaz de:

  • Preparar-se de forma mais eficaz para as negociações trabalhistas e os diferentes cenários de negociação;
  • Dominar as principais técnicas de negociação e de outros campos do conhecimento aplicáveis à resolução consensual de casos trabalhistas;
  • Adotar os estilos de negociador mais adequados às especificidades do caso trabalhista;
  • Saber quando e como negociar antes e durante o processo judicial trabalhista;
  • Saber quando e como negociar com a assistência do mediador/conciliador nos processos da Justiça do Trabalho.
  • Desenvolver negociações eficazes e baseados em geração e/ou a distribuição de valor a partir de técnicas comprovadamente efetivas;
  • Tomar decisões informadas sobre realizar ou não um acordo;
  • Determinar quais são os termos e condições mais importantes para o cumprimento do acordo trabalhista;
  • Otimizar resultados em negociações trabalhistas.

Conteúdo Programático 

1. INTRODUÇÃO AO CURSO E NOÇÕES SOBRE NEGOCIAÇÃO
1.1. Negociação
1.1.1. Definição
1.1.2. Importância
1.2. Negociação, arbitragem, mediação, conciliação e litigância
1.2.1. Quando negociar
1.2.2. Quando não negociar
1.3. O processo de negociação
1.3.1. Início e iniciativa do negociador
1.3.2. Desenvolvimento e atuação do negociador
1.3.3. Conclusão e tomada de decisão sobre o acordo
1.4. A negociação trabalhista
1.4.1. Negociação ‘extrajudicial’, ‘pré-processual’ e ‘litigociação’
1.4.2. Negociação direta e negociação assistida
1.4.3. Negociação qualificada e negociação com contrapartes despreparadas

2. DEZ PASSOS NA PREPARAÇÃO PARA A NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA
2.1. Informações
2.2. Comunicação
2.3. Interesses, necessidades e motivações
2.4. Objetivos
2.5. Investigação sobre a contraparte
2.6. Alternativas à uma solução negociada
2.7. Relacionamentos
2.8. Táticas
2.9. Concessões
2.10. Termos e condições

3. OS PRINCIPAIS CONCEITOS DE NEGOCIAÇÃO APLICADOS À NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA
3.1. Valores e preços na negociação trabalhista
3.1.1. Preço âncora
3.1.2. Preço alvo
3.1.3. Preço limite
3.2. Cenários da negociação trabalhista
3.2.1. Alternativas ao acordo negociado
3.2.2. Melhor alternativa ao acordo negociado (BATNA ou MAANA)
3.2.3. Pior alternativa ao acordo negociado (WATNA ou PAANA)
3.3. Zona do possível acordo trabalhista (ZOPA ou ZAP)
3.3.1. Zonas razoável, crível e de insulto
3.3.2. Zonas positiva e negativa
3.4. Teoria dos jogos aplicada à negociação trabalhista
3.4.1. Teoria dos jogos e dilemas sociais
3.4.1.1.O dilema do prisioneiro
3.4.1.2.O dilema do ultimato
3.4.1.3.O jogo do ditador
3.4.1.4.O jogo da confiança
3.4.2. Aplicação da teoria dos jogos à negociação trabalhista

4. OS ESTILOS DE NEGOCIADOR
4.1. Geração de valor vs. distribuição de valor na negociação trabalhista
4.2. Distribuição de valor
4.2.1. O negociador competitivo
4.2.2. O negociador adversarial
4.2.3. O negociador posicional
4.2.4. O negociador distributivo
4.3. Geração de valor
4.3.1. O negociador colaborativo
4.3.2. O negociador solucionador de problema
4.3.3. O negociador baseado em interesses
4.3.4. O negociador integrativo
4.4. Qual é o melhor estilo de negociador trabalhista?

5. TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO COLABORATIVA NA NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA
5.1. Preparação para a distribuição de valor
5.2. O método Harvard de negociação
5.2.1. Princípios do método Harvard de negociação
5.2.1.1.Separar as pessoas do problema/conflito
5.2.1.2.Focar em interesses, não em posições
5.2.1.3.Criar soluções ganha-ganha
5.2.1.4.Usar padrões objetivos de legitimidade
5.2.2. Elementos do método Harvard de negociação
5.2.2.1.Interesses
5.2.2.2.Opções
5.2.2.3.Legitimidade
5.2.2.4.Alternativas
5.2.2.5.Compromisso
5.2.2.6.Comunicação
5.2.2.7.Relacionamento
5.3. Estratégias de geração de valor
5.3.1. Táticas ineficazes de geração de valor
5.3.1.1.1.O falso conflito
5.3.1.1.2.A percepção da ‘torta fixa’
5.3.2. Táticas comumente utilizadas para a geração de valor
5.3.2.1.1.Concessões
5.3.2.1.2.Compromisso para uma solução ganha-ganha
5.3.2.1.3.Tempo extra para negociação
5.3.3. Táticas eficazes de geração de valor
5.3.3.1.1.Tomada de perspectiva
5.3.3.1.2.Indagação e informação sobre interesses e prioridades
5.3.3.1.3.Separação das questões
5.3.3.1.4.Concessões de valor agregado
5.3.3.1.5.Pacotes de propostas
5.3.3.1.6.Múltiplas ofertas simultâneas com valor equivalente

6. TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO COMPETITIVA NA NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA
6.1. Preparação para a distribuição de valor nas causas trabalhistas
6.2. Estratégias de distribuição de valor
6.2.1. Cálculo e aperfeiçoamento do seu BATNA e determinação do seu preço-limite
6.2.2. Investigação do BATNA e estimativa do preço-limite da outra parte
6.2.3. Definição otimista e realista das suas expectativas
6.2.4. Preparação e tomada de iniciativa pela realização da primeira proposta
6.2.5. Reação imediata à primeira proposta realizada pela outra parte
6.2.6. Planejamento das concessões
6.2.7. Embasamento da sua proposta em fatos e em regras de equidade
6.2.8. Resistência à “salomônica”
6.3. O processo de barganha
6.3.1. Troca de propostas, barganha e haggling
6.3.2. Início da barganha: primeiras propostas e primeiras concessões
6.3.2.1. Primeira proposta
6.3.2.2. Primeira contraproposta
6.3.2.3. Primeira concessão
6.3.2.4. Primeira contraconcessão
6.3.3. Desenvolvimento da barganha: a troca de ofertas
6.3.3.1. Número de ofertas
6.3.3.2. Velocidade das ofertas
6.3.3.3. Volume das ofertas
6.3.4. Fim do processo de barganha: as últimas propostas
6.3.4.1. Última proposta
6.3.4.2. Última contraproposta
6.3.4.3. A “última das últimas” propostas
6.3.4.4. Avanços e recuos
6.3.4.5. Impasse e superação

7. OUTRAS MODALIDADES DE NEGOCIAÇÃO E SUAS TÉCNICAS
7.1. Negociação assistida
7.1.1. Conciliação e mediação na Justiça do Trabalho
7.1.2. Os principais estilos de mediador/conciliador na Justiça do Trabalho 7.1.3. Como negociar com o auxílio do mediador/conciliador da Justiça do Trabalho
7.1.4. As principais técnicas de mediação judicial trabalhista
7.2. Negociação on-line
7.2.1. Negociação síncrona e assíncrona
7.2.2. Negociação por mensagens de texto
7.2.3. Reuniões telepresenciais
7.2.4. Audiências virtuais
7.3. Negociação investigativa
7.3.1. Investigação de posições, interesses, necessidades e motivações da contraparte
7.3.2. Técnicas para obtenção de informações de negociadores reticentes
7.4. Negociação manipuladora
7.4.1. Contratécnicas para lidar com as tentativas de manipulação da contraparte
7.5. One shot negotiation x long term negotiation
7.5.1. As principais semelhanças e diferenças entre negociações a curto e longo prazo
7.6. Negociação com múltiplas partes
7.6.1. Como lidar com duas ou mais contrapartes
7.7. Negociação complexa
7.7.1. Os principais desafios a serem vencidos no desenvolvimento de negociações trabalhistas complexas

8. COMO APRIMORAR A NEGOCIAÇÃO TRABALHISTA
8.1. As principais habilidades de comunicação aplicáveis à negociação trabalhista
8.1.1. Comunicações clara, objetiva, verbal, paraverbal, não verbal, empática e assertiva
8.1.2. Escuta ativa, questionamento, formulação e reformulação, paráfrase, resumo, silêncio e espelhamento
8.2. A percepção dos riscos e da realidade na negociação trabalhista
8.2.1. Mitigação dos vieses inconscientes, análise dos custos e riscos e gestão de expectativas
8.2.2. As armadilhas psicológicas que mais impactam o negociador trabalhista: aversão às perdas, aversão aos riscos, ancoragem, viés de confirmação, percepção seletiva, superconfiança, pessimismo e viés do custo irrecuperável 8.3. As principais habilidades de persuasão na negociação
8.3.1. Influência a partir de ferramentas para a mudança comportamental
8.4. As emoções na negociação
8.4.1. Conscientização da inteligência emocional como pressuposto da negociação eficaz


9. ESTUDO DE CASOS REAIS DE NEGOCIAÇÕES, MEDIAÇÕES E CONCILIAÇÕES EM PROCESSOS JUDICIAIS
9.1. Validação de sentimentos e de emoções
9.2. Investigação de interesses
9.3. Geração de opções, pensamento criativo e soluções ganha-ganha
9.4. Utilização de padrões objetivos e critérios de legitimidade
9.5. Troca de propostas
9.6. Intervenção do mediador/conciliador da Justiça do Trabalho
9.7. Responsabilização solidária/subsidiária pelo cumprimento do acordo e alternativas
9.8. Quitação pelo objeto do pedido e/ou do contrato de trabalho
9.9. Multa convencional
9.10. Discriminação de parcelas e recolhimentos previdenciárias e fiscais
9.11. Mediação pré-processual

10. SIMULAÇÃO DE CASO DE NEGOCIAÇÃO
10.1. Preparação e planejamento para a negociação
10.2. Diagnóstico
10.3. Definição de objetivos, interesses e propostas
10.4. Análise de riscos
10.5. Gestão de expectativas
10.6. Definição de estratégia, táticas, técnicas e estilos
10.7. Definição de sucesso
10.8. Desenvolvimento das propostas
10.9. Tomada de decisão
10.10. Termos e condições

Currículo do Coordenador do Curso 

Professor Dr. Fernando Hoffmann 

Formação Acadêmica

  • Mestre em Resolução de Disputas (LLM) com dupla concentração (mediação e arbitragem) – Pepperdine University School of Law
  • Mestre em Direito das Relações Sociais – Faculdade de Direito da UFPR
  • Especialista em Direito e Processo do Trabalho – Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Experiência Profissional

  • Professor de Direito e Processo do Trabalho das Faculdades de Direito da UFPR, Tuiuti e FAG
  • Juiz Auxiliar da Presidência, da Vice-presidência e da Corregedoria Regional
  • Coordenador Pedagógico da Escola Judicial
  • Juiz Supervisor do Primeiro Núcleo de Justiça 4.0
  • Juiz Coordenador do CEJUSC-JT Saúde
  • Juiz Substituto do Trabalho do TRT de São Paulo
  • Advocacia Trabalhista.

Atividades

  • Árbitro e avaliador em competições nacionais e internacionais de negociação e mediação Mediador em mais de 50 casos judiciais em diversas cortes de Los Angeles
  • Prática supervisionada no Escritório de Mediação e Ombudsman da ONU em Nova Iorque.

Atuação Profissional

  • Juiz do Trabalho do TRT do Paraná desde 1997
  • Professor de Mediação, Conciliação, Negociação, Arbitragem e Comunicação
  • Juiz Titular da 22ª Vara do Trabalho de Curitiba-PR
  • Juiz Supervisor do CEJUSC-JT de Curitiba
  • Membro do NUPEMEC do TRT do Paraná
  • Membro da Comissão Nacional de Promoção à Conciliação do CSJT/TST


C
ursos e Atividades Formativas

  • Coordenador científico, professor, palestrante e supervisor de cursos de mediação, conciliação, negociação e comunicação das Escolas Judiciais dos TRTs 1, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 15, 17, 18, 19, 20, 22, 23 e 24
  • Professor e tutor das duas primeiras edições dos módulos teórico e prático de mediação e supervisão de CEJUSCs-JT – Escola Nacional de Aperfeiçoamento da Magistratura do Trabalho
  • Coordenador científico, professor e tutor dos quatro últimos cursos teórico e prático de mediação e supervisão de CEJUSCs-JT do TRT do PR
  • Conteudista, tutor e supervisor das quatro últimas edições do módulo teórico e das três últimas edições do módulo prático dos cursos de Formação de Mediador da a Escola Judicial do TRT do RJ
  • Supervisor do módulo prático dos cursos práticos de Formação de Mediador das Escolas Judiciais dos TRTs 1, 3, 4, 7, 8, 9, 11 e 18
  • Conteudista do Curso Teórico de Formação de Conciliadores e Mediadores – Escola Judicial do TRT de SC Palestrante e professor em eventos do Ministério Público do Trabalho, de Comissões da OAB, do CONIMA, do ICFML, de cursos de pós-graduação, da EMATRA9, da ABDCONST e de eventos de câmaras de mediação e arbitragem.
  • Facilitador do curso “Advocacia em Mediação e Negociação” promovido pela CR Connection e Edwards Mediation Academy
Skip to content